Uma luz no fim do túnel: Eficiência Energética

1887Tão preocupante e que necessita tanto de atenção e soluções quanto o desperdício de água e de alimentos é a má utilização da energia. A utilização eficiente da energia elétrica consiste em reduzir o desperdício, consumindo apenas o necessário para preservar os recursos naturais do planeta, ampliando, com isso, o tempo de vida dos recursos não-renováveis. A economia de energia também é fundamental para adiar a construção de usinas e a implantação de novas linhas de transmissão, ajudando o meio ambiente.

Dentre as principais medidas sustentáveis propostas, boa parte das iniciativas está relacionada ao reuso de água e à economia de energia. Para otimizar o uso das fontes de energia o principal conceito aplicado é o da “Eficiência Energética”, que consiste na relação entre a quantidade de energia empregada em uma atividade e a que está disponível para a sua realização. Ou seja, é uma utilização reduzida de energia para fornecer a mesma quantidade de valor energético. Isso porque, ao utilizarmos de maneira abusiva a energia de origem de combustíveis fóssei – o petróleo representa 37% do consumo e o carvão, 27%, por exemplo – contribuímos significativamente para a liberação de dióxido de carbono na atmosfera, facilitando a ocorrência de chuvas ácidas, o aumento do aquecimento global, bem como a redução da camada de ozônio.

31

O Brasil, por sua vez, apresenta grande demanda reprimida de energia, porém, ao mesmo tempo, o país também possui índices nacionais de perda e de desperdício de eletricidade muito altos. O Procel (Programa Nacional de Conservação de Energia Elétrica, criado pelo governo em 1985 para promover a racionalização do consumo de energia elétrica) informa que o total desperdiçado chega a 40 milhões de kW, ou a US$ 2,8 bilhões, por ano, sendo que os consumidores – indústrias, residências e comércio – desperdiçam 22 milhões de kW e as concessionárias de energia, com perdas técnicas e problemas na distribuição, são responsáveis pelos 18 milhões de kW restantes. Além do Procel, os programas brasileiros que apoiam a Eficiência Energética são: Procel Info (Centro Brasileiro de Informação de Eficiência Energética), Aneel (Agência Nacional de Energia Elétrica) e Inmetro (Instituto Nacional de Metrologia, Normalização e Qualidade Industrial).900_300_como-cuidar-melhor-dos-interruptores-e-tomadas

A Eficiência Energética e as energias renováveis são consideradas as “bases” da política energética sustentável. E essa eficiência não se aplica somente às lâmpadas, mas também aos automóveis, por exemplo, que podem ter a sua eficiência energética medida de acordo com a quantidade de energia disponível no combustível e a quantidade de energia efetivamente transformada em movimento. Portanto, é correto afirmar que qualquer política energética tem como principal objetivo estimular a eficiência e o combate ao desperdício através de meios de regulação, entre eles a especificação de códigos com consumo máximo de energia em construções ou padrão de desempenho e melhorias em equipamentos, garantindo a incorporação de novas tecnologias mais eficientes pelos fabricantes.


MBE-COPPE/UFRJ formando especialistas ambientais desde 1998 - mbcursos.coppe.ufrj.br

Comentários