Índia registra aumento de 29% em emissões de gases de efeito estufa

Dados foram obtidos por nova plataforma inspirada em modelo brasileiro, que trouxe dados de 2007 a 2012

O SEEG Índia, a primeira estimativa independente de emissões feita para o país, informou que, entre 2007 e 2012,  as emissões de gases de efeito estufa da Índia cresceram 29%. Denominado GHG Platform India, a plataforma foi lançada por uma coalização de seis organizações da sociedade civil, é de acesso público e gratuito e foi inspirada na metodologia brasileira do Sistema de Estimativa de Emissões de Gases de Efeito Estufa do Observatório do Clima.

Divulgação

Divulgação

Os dados apontam que houve um aumento de 1,931 bilhão de toneladas de CO2, em 2007, para 2,490 bilhões, em 2012. Entre os números do SEEG e dos dados do governo há uma diferença de 2%. O setor de energia representou o maior aumento, 33,8%, em virtude da queima de carvão mineral para geração de eletricidade. Ainda que as emissões de transporte tenham subido 40% nesse período, ainda são menores em relação às da produção de energia elétrica (36%).

Contudo, é importante destacar também que as emissões agrícolas seguem estáveis e as remoções de carbono por florestas plantadas foram maiores que as emissões por desmatamento e degradação florestal.


MBE-COPPE/UFRJ formando especialistas ambientais desde 1998 - mbcursos.coppe.ufrj.br

Comentários