IEA diz que países precisam dobrar investimentos em energia limpa

Para que as metas do Acordo de Paris sejam alcançadas, nações precisam se unir para, pelo menos, duplicar os investimentos e pensar em novas fontes renováveis

Mesmo com todos os esforços para reduzir os efeitos das mudanças climáticas, as nações ainda precisam, pelo menos, dobrar os seus investimentos em energia limpa e eficiência energética para conseguirem atingir as metas estabelecidas pelo Acordo de Paris para a redução das emissões de gases poluentes. A afirmação foi feita pela Agência Internacional de Energia (IEA, na sigla original).

Energia limpa recebe apenas 16% do total dos investimentos no setor de energia/Foto: Divulgação

Segundo o Dr Fatih Birol, diretor executivo da IEA, o orçamento total do setor de energia é de U$ 1,8 trilhão, o que significa que essa é a quantia disponível anualmente por esse setor. Dessa quantia, ele afirmou, apenas 16% são destinados a fontes renováveis e eficiência energética. Por isso mesmo, é preciso redobrar esses investimentos todos os anos. De acordo com estimativas, o valor total dos investimentos globais em energia limpa é de aproximadamente U$ 300 bilhões.

Birol também ressaltou a importância de se pensar em outras fontes renováveis, mas que só isso não será o suficiente para que as nações consigam atingir as suas metas.

Para saber mais sobre esse e outros temas ambientais, inscreva-se no MBE, a mais reconhecida Pós-Graduação em Meio Ambiente do Brasil, e torne-se um especialista, com certificado de especialista concedido pela Coppe/UFRJ. Nosso módulo de energias renováveis foi ampliado recentemente e você terá a oportunidade de aprender e debater esse e outros assuntos.

Faça parte da 39ª turma: http://www.meioambiente.coppe.ufrj.br/a-pos-graduacao/


MBE-COPPE/UFRJ formando especialistas ambientais desde 1998 - mbcursos.coppe.ufrj.br

Comentários