Emissões de CO2: EUA e China aceitam reduzir

Emissões de CO2: Estados Unidos e a China concordaram na quarta-feira (10) com cinco iniciativas para reduzir a emissão de carbono das principais fontes, incluindo veículos pesados, indústrias e usinas a carvão, disse o Departamento de Estado norte-americano.

Os dois países são os maiores emissores mundiais de gases do efeito estufa e as principais nações a bloquear acordos globais de redução das emissões destes gases.

Emissões de CO2

Usina de Carvão nos EUA

O grupo de trabalho sino-americano sobre mudança climática, formado em abril por funcionários dos dois países, atuará com empresas e organizações não-governamentais (ONGs) para desenvolver até outubro planos para a implantação de medidas de combater às mudanças climáticas e para reduzir a poluição.

As iniciativas também buscam melhorar a eficiência energética, a coleta e gestão de dados sobre emissões, e promover redes elétricas que sejam capazes de transportar mais energia proveniente de fontes renováveis.

As medidas foram oficializadas durante a reunião do Diálogo Estratégico e Econômico EUA-China, realizado na quarta e quinta-feira, no Departamento de Estado norte-americano.

O presidente dos EUA, Barack Obama, e seu colega chinês, Xi Jinping, concordaram ainda no sábado (6) em cooperar no combate às mudanças climáticas por meio da redução do uso de hidrofluorcarbonos, ou HFCs.

 


MBE-COPPE/UFRJ formando especialistas ambientais desde 1998 - mbcursos.coppe.ufrj.br

Comentários