Empresas dos EUA se unem por energia limpa

Boa parte das maiores empresas norte-americanas fixou metas em prol da energia limpa

Se algumas pessoas não se preocupam, pelo menos, aproximadamente metade das maiores empresas dos Estados Unidos se uniu em prol da energia limpa, estabelecendo metas próprias. E elas não estão sozinhas. Cerca de 44% dos 100 menores membros da Fortune 500 também determinaram metas. As informações são da “EXAME”.

Divulgação

Além de serem obviamente mais limpas, as energias renováveis são claramente mais baratas. Com isso, em torno de 190 empresas da Fortune 500 divulgaram juntas uma economia anual de US$ 3,7 bilhões. A Bloomberg New Energy Finance, informou a reportagem, informou que as corporações compraram quase 3,7 gigawatts em eletricidade gerada por fontes de energia limpa, em 2015, e mais 2,5 gigawatts, em 2016. As empresas de tecnologia, por sua vez, são as maiores compradoras de energia limpa. Espera-se que a Google funciona apenas com energia limpa ainda este ano.

Dentre as metas estipuladas estão compromissos para a redução da emissão de gases de efeito estufa e o estímulo à eficiência energética e às energias renováveis.

Você sabia que a Coppe UFRJ está inaugurando uma nova  Pós-Graduação em Energias?

A Coppe UFRJ está lançando o MBEN, uma MBA lato sensu que abrange todas as fontes energéticas, do petróleo às renováveis, para profissionais que desejam se especializar no futuro da Energia global. Cadastre seu email abaixo e receba mais informações sobre a primeira turma em breve.


MBE-COPPE/UFRJ formando especialistas ambientais desde 1998 - mbcursos.coppe.ufrj.br

Comentários